Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna do centro

Apesar do cenário ainda crítico, cresce área sem seca relativa no Ceará

O mais recente mapa do Monitor de Secas apontou que, em janeiro, o Ceará apresentava 42,03% do seu território sem seca relativa. O dado é o mais positivo desde o início do processo de acompanhamento regular e periódico da situação da seca na região Nordeste, em julho de 2014.

Em dezembro de 2018, a área sem seca era de 7,55%, o que representa uma diferença de 34,48%. Já em relação ao mesmo período do ano passado, o Estado não apresentava nenhuma porção do seu território sem seca.

 



Chuvas contribuíram para redução da estiagem principalmente no norte da região Nordeste (FOTO: Monitor de Secas/Reprodução)



De acordo com o meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) Raul Fritz, as chuvas de Pré-Estação no Ceará, que compreende ao período de dezembro a janeiro, contribuíram para a melhoria do cenário.

"Em janeiro, as chuvas incidiram sobre todo o Estado, mas se concentraram mais em áreas do norte, centro e leste. O oeste do Ceará, como, por exemplo, em torno de Crateús até Campos Sales e Salitre recebeu menos chuva. Já em dezembro, os resultados para a porção norte do Estado foram satisfatórias de maneira geral", explica o pesquisador.

Apesar dos resultados da Pré-Estação, que ficaram 51,3% acima da média, o Estado tem apenas três açudes sangrando e ainda 104 com volume inferior a 30%. O Castanhão, maior reservatório para múltiplos usos do Ceará, está com 3,52% do seu volume total.

Nordeste

Entre os estados que compõem o Monitor de Secas, incluindo Minas Gerais, o Maranhão é quem apresentou maior proporção do território sem seca relativa: 51,81%.

No que se refere à região como um todo, a ferramenta indica 20,93% sem nenhum nível da estiagem. A área com a situação mais extrema é de apenas 2,51%, compreendendo uma porção dos estados da Bahia, Pernambuco e Piauí. Em relação a janeiro de 2018, a região apresentava 25,1% de sua área em seca excepcional.

Quiterianópolis registra chuva de 180 mm em 24 horas

Diante do atual cenário, a previsão do tempo atualizada indica céu nublado com eventos de chuva em todas as regiões do Estado
 

 

Todas as regiões foram beneficiadas com chuvas entre esta sexta e o sábado (Foto: Francisco Rabello)

 

 

O Ceará registrou, entre as 7h desta sexta-feira (15) e as 7h deste sábado (16), chuvas em mais de 100 municípios. Neste intervalo de 24 horas, os maiores acumulados foram registrados em dois postos pluviométricos do município de Quiterianópolis, localizado no Sertão Central e Inhamuns, com 180 mm (Posto Monteiro) e 125 mm (Posto Cruz).

 

A maior precipitação entre ontem e hoje foi a 2ª maior do ano até então. De quarta para quinta-feira desta semana, Quixeramobim registrou 206,7 milímetros.

 

A principal causa das precipitações mais intensas foi a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que apresenta-se próximo à costa norte do Ceará, assim como a atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que está posicionado sobre o sul do Estado do Maranhão.

 

Diante do atual cenário, a previsão do tempo atualizada indica céu nublado com eventos de chuva em todas as regiões do Estado. Já para este domingo (17), o Ceará terá nebulosidade variável (momentos ora de céu mais aberto, ora com cobertura de nuvens) com eventos de chuva principalmente no Centro-Sul.

 

Temperatura

 

As chuvas recentes provocaram ainda redução das temperaturas em determinados municípios. Em Jaguaruana, que costuma registrar as temperaturas mais elevadas do Estado, apresentou mínima de 18,8ºC, seguido de Tauá, com 19,7ºC. Em Fortaleza, a menor temperatura registrada entre ontem e hoje foi de 24,2ºC.

 

As máxima entre esta sexta e a manhã deste sábado ficaram com Tauá (34,5ºC) e Campos Sales (34,4ºC).

 

Ceará tem chuvas em mais de 160 municípios; Granja registra o maior acumulado do ano


Para esta quinta, o Ceará terá céu predominantemente nublado (Foto: Nicolly Leite)

 

O Ceará registrou,entre as 7h desta quarta-feira (13) e as 7h desta quinta-feira (14), chuvas em, pelo menos, 162 municípios, o que inclui todas as macrorregiões. Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

No intervalo de 24 horas citado, os maiores acumulados foram registrados em Granja (176 mm), Tabuleiro do Norte (167,2 mm), Ibaretama (117 mm), Pacoti (116,6 mm) e Aracoiaba (105 mm). Sendo os dois primeiros os maiores do ano até agora.

Ainda sobre as precipitações de ontem para hoje, o acumulado observado em Granja, que está localizado no Litoral Norte do Estado, foi o 3º maior da história já registrado naquele município, ficando atrás somente dos valores de 220 mm e 190 mm, registrado em março de 2011 e abril de 2009.

Conforme já havia indicado na previsão do início da semana, as precipitações no Estado retornariam com eventos mais isolados na terça-feira (12) e ganhariam força nesta quarta. A principal causa das precipitações mais intensas foi a atuação de dois sistemas: a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN).

“Para o Estado, houve um resposta da atmosfera em relação ao oceano, que apresentou superfície mais aquecida próximo à costa do Ceará, favorecendo a aproximação da ZCIT, assim como o deslocamento do VCAN, que apresentou, entre ontem e hoje, posicionamento mais favorável para chuvas no nosso território”, explica o meteorologista da Funceme Raul Fritz.

Para hoje, o Ceará terá predomínio de céu nublado com eventos de chuva em todas as macrorregiões, semelhante ao que se espera para esta sexta-feira (15). Já para o sábado (16), a previsão é de nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões.

Temperatura

As chuvas recentes provocaram ainda redução das temperaturas em determinados municípios. Em Jaguaribe, na região Jaguaribana, as máximas nos dias 11 e 12 foram, respectivamente, de 37,3°C e 37,7°C, já ontem, o observado foi de 35,9°C. Em Fortaleza, a mínima de ontem para hoje foi de 23,4°C, a menor temperatura do mês desde o dia 1º, quando a mínima foi de 23ºC. Os valores referem-se a picos durante o dia.

Ceará tem previsão de eventos de chuva a partir desta terça-feira

Para amanhã, o Centro-Norte será mais beneficiado em relação às demais regiões
 

Semana começa com céu parcialmente nublado em grande parte do Estado (Foto: Marciel Bezerra)



Uma nova aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de precipitações durante a Estação Chuvosa, vai proporcionar acumulados de chuvas mais consideráveis a partir desta terça-feira (12). A previsão é da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Conforme indicado na última sexta-feira (8), o fim de semana no Estado seria de céu parcialmente nublado com precipitações isoladas em determinadas regiões. No intervalo entre sábado (9) e domingo (10), dados ainda parciais indicam registros em apenas quatro municípios. Já entre ontem e hoje, o balanço provisório indica chuvas em 16.

De acordo com a Funceme, de acordo com a imagem do satélite, observam-se poucas nuvens sobre o Ceará neste início de semana. A ZCIT tem seu posicionamento afastado da costa norte do Nordeste, o que contribui para a prevalência de céu mais claro sobre o território cearense

Diante do tal cenário, para hoje, a previsão é de nebulosidade variável com chuvas isoladas no Litoral Norte, na Serra da Ibiapaba, na região Jaguaribana, no Sertão Central e Cariri. Nas demais áreas, céu com poucas nuvens.

Já para amanhã, quando a ZCIT começa a se aproximar, as condições melhoram e os meteorologistas da Funceme apontam eventos de chuva no centro-norte e céu parcialmente nublado nas demais áreas.

Por fim, na quarta-feira, o melhor posicionamento de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), cuja localização hoje ainda é desfavorável - leste da Bahia -, assim como a atuação da ZCIT, pode proporcionar chuvas em todas as regiões.

Fortaleza

Nesta segunda, o céu ficará com poucas nuvens e não há previsão de chuva. A previsão é de um dia quente, com temperaturas máxima e mínima variando entre 25 e 32 graus. Para amanhã, nebulosidade variável com possibilidade de chuva da madrugada à tarde. No período da noite, nebulosidade variável. Para ambos os dias, não há indicativo meteorológico de precipitações tão intensas.

Após dias chuvosos, previsão é de céu com poucas nuvens no Ceará

Com a ZCIT afastada, as precipitações reduzirão (Foto: Leandro Castro/Funceme)
 

Depois de três dias chuvosos, o fim de semana no Ceará será de céu com poucas nuvens na maior parte das macrorregiões, segundo previsão realizada pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

 

Entre a manhã desta quinta (7) e a desta sexta-feira (8), foram registradas precipitações em 93 municípios, sendo as maiores em Amontada (64 mm), Itarema (61 mm) e São Gonçalo (56 mm).

 

Com o afastamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) da costa norte do Ceará, já foi observada uma redução das chuvas ao longo de hoje, ficando restrita a eventos nos litorais do Pecém e Norte.

 

Diante do presente cenário, os meteorologistas da Funcem indicam, para este sábado (9), nebulosidade variável com eventos de chuva no Litoral Norte e na Serra da Ibiapaba. Nas demais áreas, céu entre parcialmente nublado e claro.

 

Já para o domingo (10), a previsão é de nebulosidade variável com possibilidade de chuva na faixa litorânea e no Cariri. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado.

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
SETEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados