Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Ceará recebe reunião sobre extremos climáticos e colapso de produção agrícola

Fortaleza sedia III reunião técnica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais

Para buscar alternativas eficazes que possam diminuir os impactos dos extremos climáticos na agricultura brasileira, cientistas e gestores de várias instituições do País estarão em Fortaleza, entre os dias 2 e 3 de abril, na III Reunião Técnica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). O evento, que acontece no auditório do Palácio da Abolição, consiste num amplo debate sobre o monitoramento dos agentes deflagradores de desastres naturais e sobre as atividades de integração, modelagem e análise de todos os dados necessários para a identificação de riscos iminentes.

De modo geral, todos os setores são vulneráveis às mudanças climáticas. Entretanto, o setor agrícola, devido à sua forte dependência do clima e à necessidade cada vez maior da produção de alimentos, têm sido objeto de estudos que apontam o aquecimento global como agente provocador de mudanças significativas no mapa da agricultura brasileira. O impacto disso pode ser a redução de áreas produtoras e prejuízos econômicos de cerca de R$ 7,4 bilhões.

Com o apoio do Governo do Estado do Ceará, através da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a reunião do Cemaden objetiva a integração entre os principais atores envolvidos nas ações relacionadas ao tema de forma ampla, na tentativa de estabelecer uma rede de pesquisadores e gestores públicos que possa contribuir com o desenvolvimento de ferramentas capazes de prover as bases técnicas necessárias para a formulação de estratégias de redução de desastres naturais e formulação de ações em todos os níveis de governo e nas organizações sociais, bem como servir de fonte de informação para a sociedade.

Sobre o Cemaden

No intuito de responder ao significativo aumento da ocorrência de desastres naturais que atingiu o Brasil nos últimos anos, vitimando milhares de pessoas e acarretando prejuízos socioeconômicos severos, foi criado, em julho de 2011, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). O órgão é vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCIT) e sua instalação física se concentra em Cachoeira Paulista/SP, compartilhando o campus do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Fontes: MCIT e Assessoria de Comunicação da Funceme
Guto Castro Neto – (85) 8814-4194 / 9971-4289
29-03-2012

 

Programação

 

2 de abril de 2012

 

9h–10h

Abertura Cerimonial do Anfitrião

Eduardo Sávio Martins (Presidente da FUNCEME)

Apresentação de convidados à mesa de abertura

Apresentação do CEMADEN (Regina Alvalá, Coordenação de Relações Institucionais do CEMADEN)

 

10h–13h30

PAINEL I: DEMANDAS SETORIAS NACIONAIS E/OU GLOBAIS

Moderador: Carlos Frederico Angelis (Coordenação-Geral de Operações e Modelagem do CEMADEN)

 

10h–10h30

Desastres Naturais Relacionados à Intensa Redução das Precipitações Hídricas

Cel. Humberto de Azevedo Viana Filho (Secretaria Nacional da Defesa Civil -

SEDEC – MI)

 

10h30–11h

Mudanças Climáticas e Convenção de Combate à Desertificação

Francisco Campelo (Diretoria de Combate à Desertificação - SEDR – MMA)

 

11h–11h30

Zoneamento Agrícola de Risco Climático e Seguro Rural

Gustavo Bracale (Coordenação-Geral de Zoneamento Agropecuário – SAP/ MAPA)

 

11h30–11h50 Intervalo

 

11h50–12h20 Garantia Safra e Seguro da Agricultura Familiar

Dione de Maria de Freitas (Coordenação do Garantia Safra - MDA)

 

12h20–12h50

Ações de Resiliência

Gertjan B. Berkman (Gestão Sustentável de Recursos Naturais e Adaptação às Mudanças Climáticas - IICA)

 

12h50–13h30 Debate

 

13h30–15h Almoço

 

15h–18h30

PAINEL II: PRINCIPAIS DEFLAGRADORES DE COLAPSO DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA

Moderador: Javier Tomasella (Coordenação-Geral de Pesquisa e Desenvolvimento do CEMADEN)

 

15h–15h30

O Estado da Arte em Previsões Climáticas para o NE do Brasil

Paulo Nobre (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE)

 

15h30–16h

Sistemas de Informação Agrometeorológica, Cenários Futuros e Impactos na Agricultura do Semi-Árido

Eduardo Assad (Embrapa Informática Agropecuária)

 

16h–16h30

Uso de Modelos de Simulação de Culturas como Ferramenta para Identificação de Agentes Deflagradores de Coplapso na Produção Agrícola

Paulo César Sentelhas (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz–ESALQ/USP)

 

16h30–16h50 Intervalo

 

16h50–17h20

Agricultura Sustentável no Semi-Árido

Ignácio Salcedo (Instituto Nacional do Semi-Árido - INSA)

 

17h20–17h50

O Papel das Instituições de Desenvolvimento Regional Frente às Mudanças Climáticas

Carlos Almiro (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE)

 

17h50–18h30 Debate

 

 

3 de abril de 2012

 

09h–12h30

PAINEL III: SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO

Moderador: Regina Alvalá (Coordenadora de Relações Institucional do CEMADEN)

 

09h–09h30

Monitoramentos de Secas

Eduardo Sávio Martins (Presidente da FUNCEME)

 

09h30–10h

Informações de Solo como Suporte aos Sistemas de Apoio à Decisão

Alexandre Barros (Embrapa Solos)

 

10h–10h30

Análise com Dados do TRMM e Índice Vegetativo do MODIS para o Semi- Árido

Bernardo Rudorff (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE)

 

10h30–10h50 Intervalo

 

10h50–11h20

Sistema de Alertas Precoce Contra Secas e Desertificação – SAP: estágio de desenvolvimento atual

Javier Tomasella (Coordenação-Geral de Pesquisa e Desenvolvimento - CEMADEN)

 

11h20–11h50

Determinação da variabilidade espaço-temporal de demanda hídrica e produtividade da água em escala regional por meio de técnicas de sensoriamento remoto agrícola, associadas à modelagem, geoprocessamento e dados agrometeorológicos.

Reinaldo Lúcio Gomide (Embrapa Milho e Sorgo)

 

11h50–12h30 Debate

 

12h30–14h Almoço

 

14h–16h

PAINEL IV: COLAPSO DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA E FONTES DE INFORMAÇÃO

Moderador: Meiry Sakamoto (FUNCEME)

 

14h–14h30

Um Novo Olhar para os Números

Antônio Carlos Simões Florido (Coordenação do Senso Agropecuário – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE)

 

14h30–15h

Monitoramento de Secas Meteorológicas no Semi-Árido

Marcos Airton de Souza Freitas (Superintendência de Usos Múltiplos da Água - Agência Nacional de Águas - ANA)

 

15h–15h30

Sistema de Monitoramento Agrometeorológico e Espectral de Safras

André Souza (Gerência de Geotecnologias – Diretoria de Política Agrícola e Informações – DIPAI/CONAB)

 

15h30–16h Debate

 

16h–16h20 Intervalo

 

16h20–18h Mesa Redonda

Moderadores:

Eduardo Martins (Presidente da FUNCEME)

Carlos F. Angelis (Coordenação-Geral de Operações e Modelagem do CEMADEN)

Regina Alvalá (Coordenadora de Relações Institucional do CEMADEN)

Javier Tomasella (Coordenação-Geral de Pesquisa e Desenvolvimento do CEMADEN)

Meiry Sakamoto (FUNCEME)

 

18h Encerramento

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
SETEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados