Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Funceme conclui monitoramento e caracterização em quatro microbacias do Ceará

Foram contemplados pelo PRODHAM projetos nos rios Cangati e Batoque e nos riachos Pesqueiro e Salgado

 

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) concluiu os trabalhos de monitoramento biofísico da microbacia do rio Cangati, em Canindé, e os estudos de “Marco Zero” do rio Batoque (Paramoti) e dos riachos Pesqueiro (Aratuba) e Salgado (Palmácia e Pacoti). O relatório final das ações, que aconteceram no âmbito do Programa de Desenvolvimento Hidroambiental (PRODHAM), foi entregue à Secretaria de Recursos Hídricos do Estado do Ceará (SRH) no fim de setembro.

 

Os projetos foram realizados com objetivo de promover a sustentabilidade dos recursos hídricos, por meio de ações de conservação de solo, água e vegetação em microbacias hidrográficas, tendo o homem como ponto focal. “A microbacia do rio Cangati foi a área piloto escolhida pela SRH, no âmbito do PRODHAM, para os estudos do monitoramento biofísico. A idéia é usar o conhecimento gerado através desse monitoramento em outras bacias semelhantes no Ceará, analisando as diferenças e adaptando as ações e intervenções relacionadas ao meio ambiente”, informou Porfírio Sales Neto, chefe da Divisão de Estudos Básicos e Sistema de Suporte (DISEB) da Funceme, e um dos coordenadores do projeto.

 

Em 14 meses de trabalho, a Fundação envolveu 16 técnicos de diversas áreas. Os estudos também contribuíram para a geração de trabalhos técnicos-científicos, pesquisas de pós-graduação e capacitação técnica de pessoas das comunidades locais.

 

Ações no Cangati

 

Foram realizadas uma série de intervenções físicas, econômicas e sócio-ambientais e colhidas informações suficientes para dar dimensionamento e caracterização do comportamento hidroambiental da microbacia, com dados importantes para o manejo racional, atendimento de demandas básicas e gestão de risco do semi-árido.

 

Foram recuperadas matas ciliares; reduzido o processo de assoreamento em reservatórios; aumentadas a umidade do solo e a produtividade relacionada a agricultura de sequeiro; e incentivada a conscientização da população quanto ao uso sustentável e preservação dos recursos naturais.

 

Marco Zero

 

Nas microbacias do rio Batoque (Paramoti) e dos riachos Pesqueiro (Aratuba) e Salgado (Palmácia e Pacoti) foram identificadas características da climatologia, do relevo, da geologia estrutural e da ocorrência mineral das respectivas microbacias, assim como o regime hidrológico médio. Também foi realizada a caracterização hidrogeológica quantitativa e qualitativa a partir do cadastro de poços da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
OUTUBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados