Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

I ILACCT foi aberta no dia 28 de agosto de 2013 em Sobral-CE. Evento reúne cientistas de 22 países



A solenidade de abertura da I Conferência Científica da Iniciativa Latino-Americana de Ciência e Tecnologia para Implementação da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca (ILACCT) reuniu representantes de diversas instituições brasileiras e internacionais com o objetivo de discutir o conhecimento que está sendo produzido sobre o desenvolvimento sustentável das terras secas e a desertificação na América Latina e Caribe.

 

I ILACCT foi aberta no dia 28 de agosto de 2013 em Sobral-CE. Evento reúne cientistas de 22 países

A solenidade de abertura da I Conferência Científica da Iniciativa Latino-Americana de Ciência e Tecnologia para Implementação da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca (ILACCT) reuniu representantes de diversas instituições brasileiras e internacionais com o objetivo de discutir o conhecimento que está sendo produzido sobre o desenvolvimento sustentável das terras secas e a desertificação na América Latina e Caribe.

O evento foi aberto na noite dessa quarta-feira, 28 de agosto de 2013, no Centro de Convenções de Sobral-CE. Na ocasião foi assinada uma carta aberta onde ficou oficializado o compromisso de criar uma rede de produção de conhecimento sistematizada que possa servir de subsídio para a tomada de decisões nos 22 países participantes da Conferência.  

O secretário adjunto da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará, Almir Bitencourt, representou o governador Cid Gomes na solenidade e disse que o evento é um avanço no ponto de vista de concretizar políticas públicas para mitigação dos efeitos e melhoria da convivência em terras secas no Brasil, na América Latina e no Caribe. “Temos a obrigação de proporcionar avanços significativos nos estudos e nas pesquisas de combate à desertificação. Aqui no Ceará, temos projetos e trabalhos nesse sentido, notadamente na Funceme (Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos), que tem reconhecimento internacional na área ambiental, e essas iniciativas precisam ser ampliadas.

Pensar no futuro

“Essa carta que assinamos hoje, com várias entidades que pensam soluções para o problema do tema desta Conferência, deve ser o primeiro passo para um futuro com mais perspectivas. A imagem do carro-pipa e da lata d’água na cabeça deveria ser algo do século passado”, asseverou o secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional, Alexandre Navarro.

Já o Prefeito de Sobral, Veveu Arruda, disse esperar que o conhecimento científico possa ajudar a fazer chegar água nas casas de todas as pessoas que vivem em terras secas. “Eu, como prefeito, tenho a obrigação de abastecer a população. Eventos como esse nos dão a expectativa de soluções para a criação de projetos que garantam a segurança hídrica das pessoas. Entretanto, sei que, além do conhecimento científico, para combater o problema da seca é necessária uma política de estado em longo prazo, algo que fuja do pensamento da casa grande e senzala. Acredito que essa mudança já foi iniciada”.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Funceme
Guto Castro Neto - (85) 8814-4194
28 de agosto de 2013


Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
SETEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados