Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Funceme desenvolve site para Monitor de Secas do Nordeste

Parceiros no projeto do Governo Federal e Banco Mundial podem visualizar relatórios e documentos online

Desde o início de 2013, Banco Mundial, Governo Federal (através do Ministério da Integração Nacional) e governos estaduais do Nordeste brasileiro e de Minas Gerais se articulam para fazer funcionar o Monitor de Secas do Nordeste (MSNE). O objetivo da ferramenta é, basicamente, articular instituições e fornecer informações técnicas para estruturar uma política nacional de estiagens no País. Passado um ano de encontros preparatórios entre os parceiros, visitas de campo e debates especializados sobre a temática, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) desenvolveu um site para hospedar os relatórios das oficinas de trabalho e documentos-chave para a implementação do MSNE.

 

 

 

 

A Funceme é, desde a concepção da ideia do Monitor de Secas, apoiadora da iniciativa. Com sua experiência e ampla atuação nas áreas de meteorologia, hidrologia e meio ambiente no semiárido cearense, a instituição foi parceira do Banco Mundial e do Ministério da Integração Nacional na organização da primeira oficina de trabalho do MSNE, ocorrida em Fortaleza, nos dias 22 a 24 de janeiro de 2014. 

Eduardo Sávio Martins, presidente da Funceme, observa que o esforço de construção do Monitor tem interesse de focar resultados mais no curto prazo com dados de monitoramento e previsão. “Tem havido esforço de alguns estados neste sentido” – acrescenta -, “mas é preciso estender a cobertura para toda a região Nordeste, que vai participar com a validação dos dados, de modo que a abrangência não fique apenas no âmbito estadual mas tenha cobertura na escala municipal”.

Protótipo em 2014


Os Estados Unidos são pioneiros na implementação de um Monitor de Seca. O modelo norte-americano, que influenciou a Espanha, México e Austrália – os quatro países são considerados líderes no mundo na adoção de política de seca – inspirou a iniciativa brasileira. O protótipo do MSNE, acessível pela WEB, estará no ar no início do segundo semestre de 2014, anunciou Maria Assunção Faus da Silva Dias, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP), durante a oficina em Fortaleza. 

Para dar celeridade aos trabalhos, foi enviada aos Estados Unidos e México uma missão formada por quatro pesquisadores brasileiros. Eles viajaram entre 10 e 21 de março de 2014 para conhecer as experiências desses países no Monitoramento de Secas e na elaboração de Planos de Preparação para as Estiagens, identificando recomendações metodológicas para o processo de construção de ditos instrumentos no Brasil.

Agenda

O presidente da Funceme esteve reunido no dia 13 de março, em Brasília, com Maria Assunção Dias, do IAG/USP, junto com Erwin De Nys e Carmen Molejon, analistas do Banco Mundial, e um grupo de parceiros federais. Na ocasião foram informados os progressos e os planos para o MSNE (basicamente, as conclusões da oficina de Fortaleza). O encontro foi organizado e coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e teve participação do CGEE, MDS, ANA, UNB, INMET, EMBRAPA, INEMA-BA, e MCTI. Erwin, Assunção e Eduardo apresentaram a Assistência Técnica e as principais conclusões da oficina de trabalho de janeiro, e os vários parceiros federais manifestaram interesse e apoio aos esforços considerados.

 

 

 

A segunda oficina de trabalho já está marcada e acontecerá em Recife, entre 7 e 9 de maio de 2014. Organizado pelo Banco Mundial, Ministério da Integração Nacional e Agência Pernambucana de Água e Clima (APAC), o evento visa discutir os resultados do treinamento sobre Monitor e Planos de Preparação às Secas nos Estados Unidos e México, as propostas institucional e operacional do Monitor de Secas para o Nordeste brasileiro, assim como a elaboração das propostas metodológicas e plano de ação para a elaboração dos Planos de Preparação para à Seca no nível de bacia hidrográfica, região urbana, e início de análise de informações do Plano de Preparação para à Seca no nível municipal.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Funceme e blog Flamínio Araripe
21 de março de 2014

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
NOVEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados