Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Funceme compartilha conhecimento com pesquisadores do Brasil e estrangeiros

Profissionais buscam órgão cearense para capacitações e desenvolvimento de estudos em vários setores

Em 42 anos de história, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) é responsável por gerar informações de importância fundamental em estratégias e planejamento de diversos setores da sociedade e do poder público, desde a agricultura e meio ambiente, passando pelo gerenciamento dos recursos hídricos até o combate à desertificação. Pesquisas e trabalhos desenvolvidos na instituição ou por profissionais ligados à Funceme elevam o órgão à posição de destaque regional e nacional, notadamente nas atividades de monitoramento da atmosfera e previsão de tempo e clima.

Todo o esforço para a geração dos dados somente faz sentido se essas informações forem compartilhadas e utilizadas da melhor forma para sua utilidade final. Seguindo essa lógica, a Funceme mantém estreito relacionamento com diversos institutos de pesquisa, universidades, empresas e órgãos públicos do Brasil e de outros países. Essa proximidade é refletida em constante troca de conhecimento entre os profissionais.  Somente em 2014, a Funceme recebeu cinco pesquisadores de instituições nacionais ou estrangeiras para desenvolvimento de trabalhos ou capacitações.



É o caso, por exemplo, da meteorologista Amanda Rehbein, aluna de mestrado na Universidade de São Paulo (USP) que passou a primeira semana de setembro na Funceme ampliando o conhecimento sobre seu objeto de estudo. A pesquisa trata de sistemas atmosféricos convectivos na Amazônia e a pesquisadora utiliza a ferramenta Fortracc para fazer o monitoramento, tecnologia também utilizada no órgão cearense. “Sempre me falaram bem da instituição e meu orientador sugeriu que eu viesse à Funceme. Essa experiência ajudou muito, pois precisei de resultados e, logo no segundo dia, já consegui gerar mapas”.

Estrangeiros

Outro exemplo de desse tipo de intercâmbio é a pesquisa de sensoriamento remoto, com imagens de satélites para medir níveis de eutrofização em açudes cearenses, desenvolvida pelo pesquisador francês Antoine Colmet-daage. Desde o início do ano, ele deu segmento ao estudo na sede da Funceme, com apoio da instituição. A pesquisa foi feita em parceria com o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD-França).

Oriundo do mesmo instituto, o francês Vincent Montade iniciou em 2013 e finalizou neste ano sua pesquisa analisando bio-indicadores da Serra de Maranguape para mostrar a preservação de resquícios de florestas tropicais no Ceará. Ele passou uma temporada na Funceme e, como resultado da experiência, publicou o artigo que trata da variabilidade climática durante os últimos 5.000 anos e respectivas respostas da biodiversidade das florestas tropicais.

Dois pesquisadores holandeses da Universidade de Wageningen, são os mais recentes exemplos desse intercâmbio de conhecimento. Sijmen Wessie veio ao Ceará interessado no sistema de operações de reservatórios do Estado para incrementar dados do seu mestrado em gerenciamento móvel de recursos hídricos. Ele estudou especificamente a operação do açude Acarape do Meio. Depois da bem sucedida experiência do colega, o também mestrando Melle Ykema está atualmente na Funceme como pesquisador visitante. Seu objeto de estudo são os parâmetros GIS de modelagem dinâmica na bacia do Rio São Francisco.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Funceme
5 de setembro de 2014

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
SETEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados