Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Plano Estadual de Convivência com a Seca é discutido com deputados e prefeitos

Funceme e Ministério da Integração participaram de Sessão Especial na AL-CE

A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE) realizou, nesta sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015, “Sessão Especial de Avaliação das Ações de Convivência com a Seca” para repercutir o Plano Estadual lançado dois dias antes pelo governador Camilo Santana. Secretários de governo, deputados, prefeitos e lideranças classistas estiveram presentes no Plenário da casa e as discussões não ficaram restritas somente à esfera estadual. O secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional (MI), Irani Braga Ribeiro, representou o Governo Federal na Sessão e esclareceu dúvidas sobre ações e investimentos da União para reduzir dos efeitos da estiagem e também falou do suporte que os ministérios dão e permanecerão dando ao governo Cearense para o sucesso na convivência com a Seca.



“Estamos integrados com o Estado do Ceará e vamos atender as demandas apresentadas para garantir a convivência do povo do Estado com a estiagem”, afirmou Irani, que veio a Fortaleza para participar do debate na Assembleia. Ele destacou também que o Governo Federal está definindo uma política pública permanente para garantir ações efetivas de convivência com a seca em parceria com os estados. Na tarde de ontem, o governador apresentou o plano ao ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, em reunião em Brasília.



Irani Braga pontuou ações do Governo Federal para a convivência com a seca, entre elas, o programa “Bolsa Estiagem”, que repassa auxílio emergencial às famílias em situação de seca, e a operação carro pipa, mantida em todo o semiárido. “No Ceará, são 1.229 mil carros pipa em 108 municípios”, informou. O secretário citou ainda o repasse do Governo Federal para a perfuração de poços, o programa Água para Todos, a transposição das águas e a revitalização do Rio São Francisco. Ele afirmou ainda que a estiagem deve ser tratada não apenas quando ocorre. “Temos que ter um olhar persistente para esse problema”.

Prognósticos

A Sessão Especial na AL-CE foi iniciada com a apresentação de Eduardo Sávio Martins, presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), que ratificou o prognóstico climático para os meses de março, abril e maio de 2015, apontando maior probabilidade de precipitações abaixo da média. “Fizemos previsão em novembro, mostrando que a pré-estação chuvosa deveria ter características de seca, e foi o que aconteceu. A média pluviométrica do trimestre dezembro, janeiro e fevereiro no Ceará é de 255 milímetros e choveu somente 130, por consequência das condições oceânicas desfavoráveis. Entretanto, desde o dia 28 de janeiro, as condições melhoraram, mas as chuvas mais significativas só aconteceram depois do dia 18 de fevereiro. Agora, para o início de março, observamos que as condições do Atlântico estão neutras e isso pode ter impacto negativo”, explicou.



O constante monitoramento das temperaturas dos oceanos e do comportamento da atmosfera possibilita à Funceme antecipar ao máximo as previsões e dar mais tempo para o governo estadual se preparar e planejar ações para a convivência com a estiagem. “Estamos fazendo prognósticos todos os meses, desde outubro, rodando nosso modelo global e analisando modelos de instituições parceiras. Nosso maior esforço consiste em gerar informação com bom nível de confiabilidade e com antecedência, mesmo que essa informação não seja positiva”, disse Martins.

Adutoras

Representando o governador na Sessão Especial da AL-CE, o secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, destacou as obras em andamento das adutoras de montagem rápida (AMR) para atender aos municípios cearenses. Emergencialmente será atendido o Vale do Jaguaribe. “Vamos fazer uma pequena adutora interligando o Eixão das Águas à estação de tratamento de Morada Nova, o que vai normalizar o abastecimento no município e estamos preparando a dispensa de licitação para iniciar as obras da adutora de Jaguaretama, para garantir o abastecimento no município em no máximo 60 dias”.



Teixeira ressaltou ainda que as obras de adutoras dos demais municípios também já estão em andamento e deverão ser concluídas até o final de setembro, para garantir o abastecimento às sedes municipais. “O recurso foi negociado diretamente pelo governador Camilo Santana com o ministro Gilberto Occhi e o secretário de Desenvolvimento Regional, Irani Braga Nunes, confirmou o pleito do Ceará”, disse o secretário.

Já o secretário do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, informou que as ações do Plano Estadual de Convivência com a Seca foram elaboradas em conjunto desde o dia primeiro de janeiro, coordenadas pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), e que as ações em andamento terão plena continuidade. “O governador Camilo Santana orientou os secretários e manter as ações que já estão acontecendo com foco no abastecimento d’água e assistência técnica ao homem do campo”. O secretário ressaltou ainda que a pasta está intensificando as obras de abastecimento d’água do Programa Água para Todos e São José III para garantir a segurança hídrica nas comunidades que mais precisam.


Fontes: Assessoria de Comunicação da Funceme, Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará
27 de fevereiro de 2015

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
SETEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados