Previsão da Funceme antecipa ações da Defesa Civil e diminui ocorrências

  • Imprimir

Fortaleza registra, neste sábado, chuva de 132,6mm, a maior desde março de 2014

A Região Metropolitana de Fortaleza tem, neste sábado, 2 de abril, o terceiro dia seguido de chuvas intensas, com registros superando os 100mm de precipitação. Das 7h da manhã de ontem às 7h da manhã de hoje choveu 150mm em Eusébio, 132,6mm em Fortaleza e 117mm em Pindoretama. Muitos transtornos são inevitáveis com esse volume de água, mas a previsão do tempo pode auxiliar as ações preventivas da Defesa Civil, diminuindo os riscos para centenas de famílias que vivem em situação vulnerável nas margens de rios e riachos.

A chuva registrada hoje foi a maior na Capital desde 31 de março de 2014, quando choveu 169mm. Por isso, neste momento equipes da Defesa Civil de Fortaleza estão em campo atendendo às ocorrências. Ontem, o órgão municipal registrou 73 casos de alagamentos, inundações ou desabamentos na Capital. Esse número poderia ser maior, não fosse o alerta emitido pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). “A antecedência de 48h que tivemos no alerta foi fundamental para adiantarmos as ações. Somente nesta sexta-feira, fizemos atendimentos a 180 famílias nas margens do Rio Cocó e do Riacho Maranguapinho. São trabalhos de limpeza dos rios, bueiros, orientação preventiva e até remoção de algumas famílias nas áreas de risco. Sem essa antecipação, teríamos mais de 200 ocorrências”, explica Elineudo Maia, coordenador do Núcleo de Ações Preventivas da Defesa Civil de Fortaleza.

Lançado em janeiro do ano passado, o Sistema de Alerta da Defesa Civil de Fortaleza funciona com imagens de radar e satélite fornecidas pela Funceme, além de previsão do tempo específica para as áreas de risco da Capital. “É uma ferramenta colaborativa que nos permite antever chuvas intensas como as desses dias. Em situações assim, mandamos alertas para secretários de áreas estratégicas e todos se mobilizam para acionar os serviços necessários. O sistema de alerta e a proximidade com a Funceme são fundamentais para trabalharmos com focados no que vai acontecer em algumas horas e de forma proativa”, destaca Maia.

Zona de Convergência

As precipitações deste sábado estão associadas a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e tiveram maiores intensidade na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A Funceme registrou chuvas em 72 municípios cearenses. No centro-sul do Estado, quase não choveu. A previsão do tempo para o domingo, 3 de abril, é de mais um dia de chuvas na parte centro-norte do Ceará, incluindo RMF e faixa litorânea, ainda por influência da ZCIT.


Assessoria de Comunicação da Funceme
2 de abril de 2016