Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Pesquisador da Universidade de Montpellier apresenta trabalho na Funceme

Tese de doutorado de Antoine Colmet aborda o “Impacto das mudanças climáticas sobre a chuva, os fluxos e as cheias de bacias mediterrâneas”

Na tarde desta sexta-feira, 3 de março de 2017, o pesquisador Antoine Colmet, da Universidade de Montpellier, apresentou o desenvolvimento de sua tese de doutorado para técnicos de variadas áreas de atuação da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos. A pesquisa aborda o “Impacto das mudanças climáticas sobre a chuva, os fluxos e as cheias de bacias mediterrâneas” e segundo o hidrólogo, após concluída, poderá ter aplicação em outras localidades.



Estamos fazendo uma avaliação muito local em nível de pequenas bacias hidrográficas que são submetidas a eventos de enchente muito fortes na região do Mar Mediterrâneo. As escalas de estudo dessas bacias eram incompatíveis às escalas dos modelos climáticos. Com a chegada de novos modelos numéricos na Europa, deduzimos que podemos avaliar melhor esses impactos. E com a multiplicidade desses modelos, podemos medir melhor as incertezas relacionadas à análise”, explica Colmet.

Na prática, o trabalho visa orientar governos sobre como as bacias reagirão às enchentes, se espelhando em eventos extremos do passado, calculando o equivalente estatístico destes eventos no clima futuro, podendo apontar, por exemplo, que nas próximas décadas, as cheias ficarão 50cm mais altas numa determinada bacia. Tudo isso utilizando métodos de fácil compreensão.

Pesquisa anterior no Ceará

Nos anos de 2014 e 2015, Colmet desenvolveu sua dissertação de mestrado através de parceria entre a Funceme e o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD-França). O pesquisador estabeleceu uma relação entre hidrologia, meteorologia e a qualidade da água na região dos reservatórios cearenses do Castanhão e Orós, e no Armando Ribeiro, no Rio Grande do Norte. O objetivo da dissertação era prever os episódios perigosos, ou seja, avisar com antecedência que a água não estará própria para o consumo humano ou de animais, medindo os níveis de eutrofização.

“A experiência na Funceme me despertou a importância da análise se dados para os trabalhos científicos, além de obter conhecimento um pouco avançado nos fenômenos meteorológicos e na sazonalidade das precipitações, já que eu tinha um conhecimento baseado puramente na hidrologia”, destaca o pesquisador, adiantando que o método obtido após a tese de doutorado poderá ser aplicado em qualquer bacia hidrográfica do planeta, com uma metodologia que não seja específica para a área do mediterrâneo.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Funceme
3 de março de 2017

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
SETEMBRO 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados